Dicas de saúde: 45 Segredos das pessoas que nunca adoecem

albero_autunno

Cinco povos ao redor do mundo se destacam pela longevidade: eles vivem em média dez anos a mais do que o restante da humanidade. Conheça seus principais hábitos de vida

1. Beber água mesmo sem ter sede
A água está para o corpo humano assim como o combustível para o carro. Beber água ajuda a aumentar a saciedade e assim evitando compulsões alimentares, mantém a saúde dos rins e hidrata o corpo de dentro para fora. Sucos naturais, chás e água de coco também podem ser usados.
2. Comer mais nozes
Bateu aquela fome de fim de tarde? Experimente comer um punhado de nozes todos os dias. Elas tem gorduras saudáveis que reduzem pela metade o risco de problemas cardíacos. São ricas em vitamina E e micro-minerais essenciais que são encontrados em menores quantidades em outros alimentos.
3. Temperar com alho
Ele melhora a saúde do coração, diminui os níveis de colesterol, a pressão arterial e potencializa as nossas defesas. Dica: experimente ter um esmagador de alho e adicionar alho esmagado poucos minutos antes de terminar de cozinhar a comida, fica uma delícia.
4. Comprar alimentos regionais
Coma alimentos produzidos na sua região e sua saúde sairá ganhando. Isso porque os produtos da safra tem valor nutricional mais alto (não foram colhidos verdes e transportados por longas distâncias), não recebem grande quantidade de conservantes e não são irradiados para que durem mais.
5. Comer mais frutas
Aumentar o consumo de produtos de origem vegetal é uma das medidas mais significativas na prevenção de diversas doenças, incluindo câncer. Frutas, legumes e verduras possuem uma quantidade enorme de vitaminas e outros antioxidantes, boas gorduras e fibras. Dica: tenha uma fruteira sempre abastecida de frutas na sua mesa de trabalho, e quando bater aquela fominha…
6. Aprender a planejar
A tensão constante é extremamente prejudicial à saúde. Ela afeta o funcionamento do sistema nervoso, hormonal e imunológico. Uma boa maneira de controlar essas reações é não deixar todos os compromissos para a última hora. Acostume-se a anotar suas pendências em uma lista.
7. Fracionar a dieta
Comer mais vezes ao dia e optar por porções menores é um jeito inteligente de manter o peso estável. Jejuns prolongados desencadeiam uma fome tão intensa que é fácil se exceder nas refeições. Quando dividimos a nossa alimentação diária em cinco ou seis refeições, também estamos dando uma forcinha ao processo de digestão e ao intestino, evitando sobrecargas.
8. Mais contato com a natureza
Sinta o cheiro da grama molhada, escute os pássaros, sente-se na sombra de uma árvore… Pratique essa terapia sempre que possível, já que ela é altamente relaxante. A vegetação transfere umidade ao ar e, portanto, o ambiente fica ionizado negativamente. Isso provoca uma reação química no organismo, gerando uma sensação de bem estar e relaxamento. As atividades ao ar livre recuperam a saúde de pessoas doentes rapidamente.
9. Exercícios com pesos
Um dos principais benefícios é o aumento da densidade óssea, auxiliando a prevenção da osteoporose e na reversão da sarcopenia (diminuição no número de sarcômeros, a unidade do músculo esquelético). Isso evita incapacidade funcional, muito comum em idades avançadas.
10. Ser um voluntário
Se você ainda não conseguiu um tempo para isso, é bem provável que não tenha encontrado a causa certa. Quando se apaixonar de verdade por um trabalho social, acabará colocando-o na lista de prioridades. Dedicar uma noite por semana já é um bom começo.
11. Celebrar a vida
Não espere algo de extraordinário acontecer, mas acostume-se a comemorar as pequenas vitórias. Essa é a receita de longevidade dos italianos que vivem na Sardenha. Eles chamam atenção pela disposição que têm para festejar tudo e todos.
12. Cultivar a sua espiritualidade
Experimente meditar e veja a sua vida melhorar em todos os sentidos!! A meditação regula a pressão sanguínea, melhora a concentração, reduz e muito o stress,… São tantos os benefícios que esse tema merece um post apenas sobre isso! Procure um lugar silencioso e sente confortavelmente por alguns minutos com os olhos fechados por quanto tempo desejar. No início pode ser mais difícil, mas logo nos primeiros dias resultados já podem ser vistos, especialmente na sensação de bem estar.
13. Trocar o café pelo chá-verde ou herbal
O chá verde atua na prevenção e no tratamento de doenças como Alzheimer e Parkinson, ajuda a prevenir cáries e contém fito-estratos saudáveis. Chás herbais contém antioxidantes que melhoram a saúde. Informe-se dos benefícios de cada um e tin-tin! Dica: tenha uma garrafa térmica com chá quente ou gelado no seu trabalho e varie o tipo de chá a cada dia.
14. Diminuir ou eliminar completamente as carnes vermelhas
São alimentos de difícil digestão e, portanto, retardam o funcionamento intestinal. Contém resíduos de pesticidas, herbicidas, vacinas, antibióticos, metais pesados (anabolizantes em muitos casos) e outros químicos dados aos animais ou contidos na sua comida. Também contém resíduos de sofrimento, pois estes animais tiveram uma vida miserável antes de irem parar no prato das pessoas.
15. Praticar mais atividades aeróbicas
Pode ser uma caminhada, pode ser subir alguns lances de escada, qualquer tipo de movimento que eleve a frequência cardíaca por alguns minutos vale! Esse tipo de exercício contribui para a prevenção de hipertensão, diabetes, obesidade, câncer, doenças cardiovasculares. A prática regular melhora a força e a flexibilidade, fortalece ossos e articulações, facilita a perda ou manutenção do peso e diminui o colesterol. Aumenta a disposição, bem estar e dá mais energia para as atividades diárias.
16. Encontrar a sua tribo
Se você gosta de esportes, certamente irá sentir-se bem com amigos que também gostam. Portanto, faça um esforço para encontrar pessoas com quem possa compartilhar e trocar ideias. Uma das atitudes mais importantes para garantir a longevidade é cercar-se de pessoas que vão lhe dar suporte e que conectam ou reconectam você com o sentido maior que você dá à sua vida.
17. Definir seus objetivos
É o que os moradores de Okinawa chamam de ikigai e os habitantes de Nicoya nomeiam de plano de vida. Pessoas que têm muito bem definidas as suas razões de viver e investem nesses propósitos são mais felizes.
18. Praticar yoga
Ela une princípios da meditação, exercícios para o equilíbrio, alongamento e o treinamento de força, com foco na respiração. Fortalece músculos e ligamentos, reduz estresse, e dá flexibilidade, equilíbrio e segurança aos movimentos corporais; o que falta em pessoas idosas não praticantes. Pode ser praticado em qualquer idade.
19. Dormir bem e suficiente
Dormir bem significa dar ao corpo a chance de se recompor totalmente. Se você se deita e acorda bem disposto significa que teve um sono de qualidade. Quem não tem, corre um risco muito maior de adoecer. Aqueles que dormem pouco podem ter um aumento do colesterol e triglicerídeos, a imunidade fica baixa deixando o corpo suscetível a doenças. Dica: à noite, para um sono reparador, jante pelo menos 3 horas antes de ir dormir, evite refeições de difícil digestão, evite álcool, comidas apimentadas, excesso de liquido e comidas salgadas.
20. Apostar nos integrais
Substitua aos poucos os alimentos que você e sua família consomem por versões integrais, estes vem à mesa como a natureza produziu para o nosso consumo. Com todas as fibras e nutrientes que o corpo tanto precisa para ser saudável. Alimentos processados/branqueados são baixos em nutrição e contribuem para o ganho de peso extra.
21. Gostar do seu trabalho
Fazer o que gosta é uma forma eficiente de afastar o estresse. Além disso, é importante que o seu tipo de trabalho seja capaz de fazê-lo sentir-se realizado. Aquele que se empenha em uma carreira para a qual há um sentido profundo, além da manutenção da renda, se sente mais motivado a investir na atualização dos conhecimentos. E estudar é um santo remédio para o cérebro.
22. Comer em um prato pequeno
A população de Okinawa descobriu um jeito de comer 30% menos: eles utilizam pratos de apenas 23 cm de diâmetro. O simples fato de comer menos se mostrou capaz de aumentar o tempo de vida de animais de laboratório em 60%. O corpo se desgasta com o ciclo vicioso de alta ingesta calórica e acúmulo de gordura/ou gasto do excesso com excesso de exercícios físicos, portanto o ideal é comer apenas o que o corpo precisa para se manter em perfeita saúde.
23. Ter atitudes positivas
As emoções fazem parte daquilo que somos e, portanto, são capazes de provocar reações físicas muito claras. As positivas curam e determinam uma maior e melhor qualidade de vida, as negativas abrem portas para doenças. Dica: seja grato pelas coisas positivas em suas vida, muitas pessoas gostariam de estar no seu lugar.
24. Emagrecer a despensa
Evite fazer compras de estômago vazio! Isso diminua a compra de alimentos pouco saudáveis. Evite alimentos com gorduras saturadas e/ou trans. Gorduras ruins podem aumentar os níveis de colesterol LDL e triglicérides, aumentando o risco de infarto e acidente vascular cerebral. Além dos industrializados, convém tomar cuidado com os alimentos de origem animal, como carnes gordas, que são ricas nestas gorduras.
25.Incluir a soja na dieta
A soja é consumida regularmente por diversos povos longevos em países asiáticos, um hábito que existe já à centenas de anos. Em Okinawa, no Japão, o consumo de produtos da soja é o maior de todo o mundo. O resultado? Dos cerca de 1 milhão de habitantes locais, mais de 900 pessoas já passaram dos 100 anos. O consumo frequente reduz os riscos de doenças cardiovasculares, e ajuda mulheres a ter a menopausa bem mais amena. Dica: evite produtos feitos com soja geneticamente modificada.
26. Exercitar o cérebro
Manter as atividades intelectuais é uma maneira de garantir anos extras de vida e muito mais saúde, principalmente nas idades avançadas. Exercitar o cérebro vai deixá-lo mais protegido contra doenças. Atividades como leitura, jogos como damas e xadrez, cruzadinhas e sudoku são ótimos exercícios cerebrais.
27. Ter um dia só para você
Tire um dia para fazer atividades que lhe deem prazer. Se não for impossível fazer isso, tente conseguir pelo menos 15 a 20 minutos por dia para não fazer nada, ou melhor, para pensar apenas. É como marcar uma reunião consigo mesmo!
28. Apagar o cigarro
Quem tem menos 40 anos e fuma até 20 cigarros por dia tem quatro vezes mais chances de infartar. Agora, se o consumo for maior, o risco sobe 20 vezes. A explicação é simples: as substâncias do cigarro levam à contração dos vasos sanguíneos, à aceleração dos batimentos cardíacos, além abaixar o HDL, que age como um protetor das artérias.
29. Ouvir a sua música
A musico-terapeuta Maristela Smith, das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU), tem uma receita interessante para quem quer tirar proveito da terapia da música. “Faça um CD com as músicas que marcaram positivamente a sua vida para criar a sua identidade sonora musical. Escute-o regularmente, principalmente quando estiver precisando melhorar o “astral.
30. Respirar com consciência
Quando estiver precisando relaxar ou desacelerar seu ritmo, faça a respiração completa. Inspire calmamente o ar pelo nariz, contando três segundos. Então, bloqueie a respiração por um tempo, retendo o ar, e expire pela boca em seis segundos. Assim, você estará atuando diretamente sobre o sistema nervoso autônomo.
31. Curtir os animais
Mesmo que não possa ter um em casa, descubra aqueles com os quais possui mais afinidades e dê a si mesmo a oportunidade de tocá-los. A convivência com animais é uma fonte rica de benefícios psicológicos, físicos e sociais. Está comprovado que terapias com animais melhoram a saúde de idosos, deficientes físicos e pessoas que passaram por algum trauma físico ou psicológico. Dica I: A solução para quem não tem espaço para ter um animal é divide-lo com outras pessoas. Se for entre amigos, cada semana um fica com o animal. Animais cuidados coletivamente podem ser adotados por escolas, condomínios, asilos, etc. Dica II: adote um animal ao invés de comprá-lo. Animais de criadores muitas vezes são cruzados entre indivíduos da mesma família e podem apresentar problemas genéticos e outras doenças. O custo de ter um animal de raça é muito maior do que ter um animal sem raça definida, pois os de raça muitas vezes exigem rações especiais e necessitam ir ao veterinário com mais frequência por serem mais suscetíveis a doenças e alergias.
32. Ser mais ativo
Comece descendo alguns pontos antes do ônibus. Fazer mais atividades a pé ou de bicicleta, cozinhar, cuidar do jardim, brincar com o seu cachorro. Todas as maneiras de se mexer são válidas. Um dos segredos da longevidade é encontrar meios de se manter sempre em movimento. Concentre-se em atividades que também lhe dão prazer, e os benefícios serão maiores.
33. Desacelerar o ritmo
Se você não cria um tempo para estar bem, terá que ter tempo para se cuidar quando ficares doente! O primeiro estágio do estresse é a fase de alerta. Ele nos permite realizar muitas tarefas em pouco tempo e aí nos sentimos bem. Porém, quando persistimos na tensão, o organismo entra em fadiga.
34. Investir no ômega-3
Sementes de linhaça moídas, óleos de linhaça, de soja e de canola são ótimas fontes desse nutriente, que tem ação comprovada na redução dos níveis de colesterol e de triglicérides, além de ajudar no controle da pressão e de prevenir o risco de tromboses, que danificam os vasos sanguíneos. É também utilizado em tratamentos neurológicos e de osteoporose. Dica: evite suplementos de ômega-3 de origem animal (óleo de peixe, óleo de krill ou foca), pois estes contém metais pesados, pesticidas e outros compostos nada saudáveis.
35. Controlar o álcool
A curto e médio prazos, o álcool pode engordar, acelerar o processo de envelhecimento e ainda aumentar a pressão arterial. A longo prazo, causa dependência e ainda compromete o funcionamento de todos os sistemas do corpo, com danos mais sérios para o fígado.
36. Brincar com as crianças
É uma excelente estratégia para tirar o foco das preocupações, aproximar a família ou amigos e facilitar o contato inter-geracional. E todos esses aspectos estão associados à longevidade.
37. Construir o próprio jardim
Mexer com plantas e flores pode ser um hobby interessante e saudável, desde que você realmente consiga tirar prazer da atividade. Jardinagem previne e combate o estresse, tanto quanto fazer trabalhos manuais ou cozinhar. Funciona desde que seja feito por prazer e não obrigação.
38. Desfrutar do sol
Sentir na pele o calor dos raios solares não é somente uma receita para adquirir disposição e ânimo. Com cerca de 15 minutos de exposição, oferecemos ao corpo algo que só o sol pode dar: a energia necessária para a síntese de vitamina D, que é importantíssimo na fixação de cálcio no organismo. Ajuda a prevenir a osteoporose, além de fortalecer o sistema imunológico.
39. Perdoar mais
Para envelhecer bem, é preciso olhar para a nossa trajetória de vida aceitando os erros cometidos e desculpando-se por eles. Da mesma forma, é interessante perdoar aos outros, percebendo que não fomos apenas vítimas. Perdoar é como retirar objetos pesados de uma mochila que carregamos.
40. Alongar o corpo todo
Os problemas mais frequentes do aparelho locomotor, e que estão relacionados ao envelhecimento, são a perda da mobilidade e osteoporose. O alongamento, melhora a flexibilidade, e é capaz de manter idosos capazes de fazer suas atividades diárias sem depender da ajuda de outros.
41. Cochilar após o almoço
Na Península de Nicoya, na Costa Rica, a sesta é um hábito! Em muitas outras partes do mundo, as pausas para um cochilo também são comuns para renovar as energias, antes de recomeçar a jornada.
42. Priorizar as pessoas amadas
Este é outro ponto comum dos que vivem nas chamadas Blue Zones. Eles contam com famílias fortes e se apoiam mutuamente. Relações verdadeiras nos protegem de situações adversas.
43. Reduzir o sal
A redução de seu consumo é imprescindível para prevenir e controlar a hipertensão que, por sua vez, oferecem as condições favoráveis para que inúmeros problemas de saúde progridam rapidamente, tais como a insuficiência renal e as complicações cardíacas. O sal em excesso faz o corpo reter mais líquido, o que, além de causar inchaço, também aumenta o volume sanguíneo, elevando a pressão nas artérias. Dica: não cozinhe com sal, mas adicione aos pratos apenas no momento de consumir, e sempre usando o bom senso. Essa medida reduz em muito o consume de sal sem diminuir o sabor. Outra dica é reduzir o consumo de condimentos, pratos prontos, embutidos ou enlatados, pois estes são repletos de sal.
44. Praticar sexo com prazer
A atividade sexual ajuda a aliviar as tensões, já que, durante a relação, ocorre a liberação de endorfinas, substâncias que melhoram o humor. O sexo ainda faz bem para a circulação. Por fim, vale como um excelente exercício e ajuda a reforçar vínculos de afeto.
45. Usar as dicas diariamente
Caminhar só aos finais de semana ou encontrar mais tempo para os amigos apenas nos períodos em que a rotina de trabalho sossega um pouco podem ser um bom começo, na tentativa de transformar a sua vida para melhor. É preciso, porém, garantir que mudanças pontuais se transformem em hábitos, para colher resultados significativos no que diz respeito à saúde e à longevidade. Dica: faça destes segredos de longevidade um hábito, praticando-os diariamente e, fazendo da boa saúde uma prioridade.
Texto modificado da Revista Viva saúde sobre o livro ”50 segredos de pessoas que nunca adoecem”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: